Partilhar em

O Luto é um processo natural e doloroso face a uma perda significativa que exige uma recuperação emocional.

A experiência de perder alguém ou algo significativo é algo bastante doloroso que exige de cada um, uma aprendizagem para lidar com a situação em questão. É normal sentir alteração no humor, tristeza, raiva, incompreensão, descrença, ansiedade e até culpa pois é um momento de “choque psicológico”.

Cada processo de luto é único e individual. Algumas pessoas têm uma reação mais efusiva no início, enquanto outras inicialmente estão mais calmas e mais tarde o seu mundo parece desabar. Se para algumas pessoas o luto pode ser breve para outras, poderá durar imenso tempo e até mesmo ser diferente em diversos elementos da mesma família.

“Ultrapassar” o luto não significa que se esqueça a pessoa que se perdeu, mas sim que se integrou essa perda. Os enlutados aprendem a lidar com sentimentos e a progredir gradualmente com a sua vida, atribuindo novos significados e reconstruindo uma nova normalidade após a experiência de perda.

No entanto, nem sempre se consegue fazer este processo sozinho e muitas vezes os familiares não conseguem, ainda que com intenção positiva, ajudar aqueles que vivenciam o luto. É necessário pedir ajuda a profissionais, prevenindo um Luto Patológico.

Por Vera Ferreira, Psicóloga na CAISA.

Se considera que precisa de ajuda, contacte-nos: Contactos