Partilhar em

As CLAV Live Sessions apresentam mais quatro concertos entre outubro e dezembro de 2022, é o regresso sem as limitações impostas pelo Covid 19 nos últimos dois anos.

Nesta ultima edição de 2022 as CLAV LIVE SESSIONS trazem ao seu público um conjunto de quatro projetos de grande valor nacional, é o regresso ao seu modelo original com Público e em formato Streaming. As emissões poderão ser assistidas na página do YouTube do CLAV https://www.youtube.com/channel/UCILaIbMYKFYs4T3jE1zGsBA 

No dia 27 de outubro com SIRICAIA, que surgem em 2019 e são um duo aveirense constituído por Susie Filipe (percussão e voz) e Vítor Hugo (voz e guitarra). “FAMÍLIA FANDANGO” é o nome do 1º álbum de SIRICAIA, que retrata através da música, pintura, literatura e vídeo, a vida de um seio familiar tipicamente português, ao longo de 4 gerações, numa viagem de volta às raízes, a bordo de sonoridades contemporâneas e eletrónicas. Dos ritmos tradicionais portugueses até ao jungle swing, com percussões portuguesas e guitarras elétricas travestidas de cavaquinho, SIRICAIA exploram diversas influências artísticas, parando de porto em porto, à procura de novas respostas para questões antigas. Com recurso a uma forte componente imagética, “Família Fandango” envolve 18 artistas portugueses de vários quadrantes artísticos e propõe novas formas de olharmos para a identidade das famílias portuguesas do passado, do presente e do futuro. Em 2022, lançam”Tormento”, com participação de Tó Trips, e “Rita”, antevendo o próximo álbum, que sairá em 2023.

Dia 9 de novembro terá em palco a MINTA, projeto de Francisca Cortesão que nasceu no Porto no início da década de oitenta do século passado e trabalha e Lisboa como intérprete, escritora de canções e tradutora.

Para além de Minta & The Brook Trout, banda que é o principal veículo das suas criações desde 2006 e com a qual lançou recentemente o quarto disco, Demolition Derby, e de They’re Heading West, eterno projeto paralelo de sonho que já convidou dezenas de outros artistas, de Ana Moura a You Can’t Win, Charlie Brown, para partilhar concertos e cantigas, colabora com uma série de bandas e artistas: ao vivo acompanha a lendária Lena D’Água (guitarras e coros) com o grupo de músicos e produtores que gravou Desalmadamente (2019), bem como o compositor e multi-instrumentista Bruno Pernadas (voz, guitarra e percussão). Com a rapper Capicua, o guitarrista Pedro Geraldes e o percussionista António Serginho, faz parte da versão alargada de Mão Verde, projeto de “música para crianças que não se quer infantil”, que terá novo disco-livro em 2022, assim como do Mais Alto!, um concerto de versões de canções de protesto (no sentido mais lato do termo), postas em contexto pela escritora Isabel Minhós Martins, do Planeta Tangerina, num quarteto de que fazem também parte o baterista Sérgio Nascimento, e os cantores e multi-instrumentistas Afonso Cabral e Inês Sousa.

A primeira canção em que escreveu em português, “Para Fora”, foi a convite de Ana Bacalhau, que a incluiu no seu álbum de estreia a solo, Nome Próprio, em 2017.

Desde então continuou a escrever canções em português para outros artistas, para além da produção em inglês que continua a ser incluída sobretudo nos discos de Minta & The Brook Trout. Uma das mais recentes, “Delicadeza”, foi escrita a pedido da fadista Cristina Branco, que a lançou como primeiro single de Eva (2020). Antes disso, com Afonso Cabral escreveu um sucesso improvável chamado “Anda Estragar-me os Planos”, para a edição de 2018 do Festival da Canção, onde foi interpretada pela Joana Barra Vaz, e desde então reinterpretada pelos mais variados artistas, entre os quais se contam Salvador Sobral, que a gravou em Paris Lisboa, o disco que lançou em 2019, e o brasileiro Tim Bernardes.

Dia 24 de novembro com Captain Boy com “Domingos Lentos” é o terceiro longa duração de Captain Boy editado a 29 de Abril. O novo álbum foi totalmente escrito em português, inspirado por autores como Bukowski e Hermann Hesse e fala sobre autodestruição, perda e descoberta.  Ainda que seja um álbum introspetivo, o músico decidiu compô-lo a pensar na banda que o acompanha do vivo, para poder explorar de forma mais enérgica as suas canções.

“Domingos Lentos” tem toques de psicadelismo, ritmos bem definidos e pianos obscuros que parecem ter sido tirados de um filme dos anos 60. Foi gravado num moinho em Torres Vedras, conta com a produção de Giliano Boucinha e Pedro Sousa Moreira e foi masterizado por Timothy Stollenwerk (Morphine, Kevin Morby, Chromatics).

Dia 29 de dezembro com Os EVACIGANA, que  fazem rock que é visceral e melancólico em doses iguais, pisca o olho sem vergonha às estruturas e melodias da pop mais alternativa e que se veste com delicadas texturas eletrônicas, quando necessita de abrandar.

A banda lisboeta conta, até agora, com “EVACIGANA”, demo auto intitulada lançada em 2019 e produzida pelos próprios e “Fortuna”, o primeiro EP, produzido e misturado por Nuno Monteiro (Monday, Memória de Peixe, Filho da Mãe), e editado em 2020, que os levou a actuar em salas como a Bang Venue, Texas Bar, Side B e a SHE, em festivais como o Emergente e lhes garantiu lugar na compilação Novos Talentos Fnac 2021. Irão apresentar neste concerto um conjunto de novos temas que nasceram em residência artística “ Cacarejo N`Aldeia” realizada no final do primeiro semestre no CLAV-Centro e Laboratório Artístico de Vermil que farão parte do seu novo trabalho discográfico. 

Esta edição conta ainda com o apoio do Município de Guimarães (IMPACTA) e da União de Freguesias de Airão e Vermil. Possui como parceiros de comunicação, o Porto Canal, Alma Lusa TV e o FreePass Guimarães. 

Canal do CLAV

https://www.youtube.com/channel/UCILaIbMYKFYs4T3jE1zGsBA

Programação para Outubro a Dezembro de 2022

 2ª temporada

27 de Outubro de 2022 – SIRICAIA  

CLAV  em Vermil  – Guimarães 

21h30  – Lotação 15 pessoas e por marcação prévia

09 de Novembro –  MINTA

CLAV  em Vermil  – Guimarães 

21h30  – Lotação 15 pessoas e por marcação prévia

24 de Novembro  CAPTAIN BOY

CLAV  em Vermil  – Guimarães 

21h30  – Lotação 15 pessoas e por marcação prévia

29 de Dezembro –  EVACIGANA 

CLAV  em Vermil  – Guimarães 

21h30  – Lotação 15 pessoas e por marcação prévia